quinta-feira, 29 de maio de 2008

Mas parece que o pessoal todo se esqueceu do essencial



Sim e depois eu é que sou o gajo pouco sério que só pensa em gajas velhas de bigode , chamam-me sapo ... afinal eu que fui um dos poucos que fui à missa em Santiago, que aturei durante a viagem toda os vossos "roncos", "peidos" e "outras merdas" igualmente "lavajonas", que convenci o "alemão fdp" a dormir com a mulher para vos arranjar um "lugarzinho quentinho e pouco húmido" para pôr "a cabecinha". Para as mentes conspurcadas que já estão a pensar em gajas, estou a falar da camarata feminina onde dormimos na última noite. Para as dignissimas esposas dos "lavajões" que foram comigo a Santiago devo salientar que decorreu tudo no maior respeito já que as ocupantes da dita camarata acederam a retirar-se para quartos mais pequenos antes da entrada destes jovens (João "puto", se fazes algum comentário à juventude do grupo, digo ao teu pai que disseste "fod.-se" pelo menos 3 vezes às escondidas e já sabes que ficas sem semanada 3 anos) cuja única vantagem que retiraram da dita noite na camarata feminina foi deitarem a cabeça em almofadas mais cheirosas ... já os ocupantes do dia seguinte não deverão ter tido a mesma sorte ... entretanto a camarata já deverá ter sido desinfectada, pelo que é de novo seguro pernoitar por lá.





Mas voltando à questão que me fez começar a escrever ... foi triste ver a cara do Nuno em Barcelos antes de vir embora depois do tombo, foi triste ver "os Viriatos" desanimados à chegada a Ponte de Lima, foi triste deixar o pessoal de Viseu em Ponte de Lima, foi triste deixar o meu velho amigo Ronco e o pessoal da Nestlé tb em Ponte de Lima, foi triste deixar o Malho em Valença, mas foi bom, saber que o quarteto Nestlé estava de volta, ver o Nuno regressar em Redondela com as mãos "todas rotas" mas a poder pedalar (neste caso em particular com a vantagem acrescida de o regresso dele nos ter aliviado de algum peso da roupa molhada que voltou), foi bom "o crepe" de Redondela, foi bom ter visto como o Bruno desmontou a bike em cada um dos albergues em que fomos passando e mesmo assim chegou em cima dela a Santiago, foi bom ver o Bruno e o filho juntos nesta viagem (um dos meus sonhos é fazer um dia o mesmo que voçês com a minha Joana), foi bom confirmar que a mochila do Henrique tem sempre lugar para mais uma pomada, foi bom termos tido os planos de dormidas todos "marados" e podermos descobrir o tasco da cascata, foi bom poder ter chegado a tempo da missa a Santiago (atrasado como bom Português, mas estivemos lá, o chamado "santo sacrifico da saída"), foi bom ter cumprido a minha missão deste ano, foi bom verificar mais uma vez que este caminho tem algo de especial que nos torna mais próximos de todos os que o fazem , foi bom ter ido até lá convosco e só tenho pena que nesta foto faltem os nossos amigos que por uma razão ou por outra este ano não chegaram lá conosco ... pró ano há mais ... mas por Santiago ... vamos por outro caminho, OK?!?!?
Quase uma semana depois, a chuva e a lama foram especiarias para dar mais sabor à coisa, agora na altura ... nem me atrevo a escrever, o que me passava pela cabeça, para não baixar o nível que com muito esforço consegui manter até aqui.

Eu sei que ficaram tristes com esta crónica (mais valia chamar-lhe testamento), mas no próximo episódio vamos falar das partes "mais polémicas", tipo vestir a "Sul Africana" em pleno caminho, as diversas competições de roncos, o sapo e a princesa no baile em Redondela, o Ronco quase a "fazer a folha" à amiga de Tui, um dos manos abelha a deitar ainda mais lenha p´rá fogueira para garantir que nessa noite ninguém carregava telemóveis, o Jorge "shinny head" a fazer strip em todas as paragens enquanto "despachava" umas "bejecas", os manos Bastos a "limparem" os acessórios das lojas de bikes, o Renato a "limpar" os texteis das mesmas lojas, o Rui "pintas" a atirar-se p´ró "soalho" na frente das "moçoilas", os "apanhados" no chuveiro, o "puto" a passar por nós tipo "flecha", o Manel a registar os acontecimentos por entre os pingos de lama tipo "Big Brother" radical, os montes de pastilhas gastas, "arrear o calhau" no meio do monte, o "Manco" às voltas com os carimbos nos "passaportes", as nossas camisolas a "perderem peças", todos nós a tentarmos secar as roupas "mal cheirosas" sempre que "apanhavamos" um raio de sol, as gajas boas (afinal descambei ... pronto, eu estava a evitar falar de gajas, mas sou um fraco) que tiveram a infelicidade de não nos conhecer.

No fundo vivemos mais um bocado e ganhamos uma história mais para um dia contar aos nossos netos ... como dizia um amigo meu, com o tempo estas histórias ficam ainda mais interessantes, por isso esta vai dar, daqui a uns anos, de certeza, "pano para mangas".

Ganda Abraço

Zé "Zangado" ... livrem-se de me trocar a alcunha para lamechas ... "Zangado" é muito mais másculo o que condiz mais com o cheiro das minhas camisolas do "caminho" ... e com as vossas também.

Eeeee gajas ... há gajas?!?!?!

quarta-feira, 28 de maio de 2008

A Caminho de Santiago

















Na ponte sobre o Lima, 2º dia, após muitas hesitações em continuar devido ao mau tempo!

A Caminho de Santiago

videoO pavilhão de Ponte de Lima esteve a altura do evento, com optima improvisação por parte do elemento que nos recebeu. Desde já os parabens!

Até tivemos direito a mangueira para lavar as bikes!

Muito obrigado C.M. de Ponte Lima!

A Caminho de Santiago

videoParece uma lagoa, só faltavam os flutuadores nas bikes.

A Caminho de Santiago

video

terça-feira, 27 de maio de 2008

Obrigado do moço da mondraker preta

Olá malta!
Aqui estou eu vivinho da silva depois da tal peregrinação muito molhada :D aproveito para agradecer a todos o grande passeio, a grande hospitalidade e a grande camaradagem, tenho imensa pena de não nos juntarmos mais vezes para praticar esta grande modalidade devido a distância mas pronto.
Mas vá vamos alegrar as coisas esperando que todos aceitem o meu futuro convite a um passeio pelos terrenos alentejanos numa data muito próxima (espero eu) só tem é um pequeno se não,há poucas gajas e as que há são velhas com bigode, ahhhh pois é já me eskeçi voces são uma cambada de velhos ahahah...
vá abraços e mais uma vez obrigado por tudo

Para o "Zé Zangado"

Bom...meu caro amigo Zé, deixa que te diga que tu mais me pareces aquele gajo Verde da anedota... pois o Sapo, aquele que só queria saber se havia "gajas"..., pois meu caro sapo, eu acho que mesmo que estivesses com lama at´ao pescoço, não irias pedir socorro... a unica coisa que se iria ouvir da tua boca, seria:...e gajas...há gajas ?... mas é mesmo por essas e outras que vale a pena ter 40 anos e acompanhar contigo...
abraços abelhudos

Jorge
Boas para todos os Abelhas, pois aqui o "Ronco" agradeçe a todos o companheirismo e amizade ao longo da nossa viagem a Santiago, vamos esperar que a proxima esteja para breve...
bem haja a todos os bem aventurados que partiram...ficaram e terminaram ...
abraços

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Crónicas de Santiago by "Zé Zangado"

Isto é que é URGANIZASSONHE … grande grupo, sim senhor, com o Nuno a tratar das camisolas e o Rui a tratar das dormidas já só falta um gajo para tratar das gajas .... Jorge, onde andas moço ... acorda estamos a precisar da tua lista de telefones de Espanholas, ouvi dizer que as noites estão frias na Galiza e aqueles sacos cama fininhos não aquecem nada ... ou arranjas Espanholas (Brasileiras com sotaque galego fugidas de tras-os-montes após o zelo das esposas descontentes tb serve) ou vou ter que levar botija

Para os que estavam à espera que isto fosse uma peregrinação de purificação ... já está a começar mal ... eu sei .... mas não se preocupem, a tendencia é piorar ... o que vale é que é só da boca para fora ...

Jorge agora só entre os dois ...
acho que já os consegui convencer, guarda a agenda só para nós ... eu atiro-me abaixo da bicla como em Ponte de Lima mas mais perto da fronteira (desta vez de modo a que o pessoal fique convencido que estou mesmo mal) tu ficas para trás para ajudar e aí sacas da agenda como se fosses ligar para o 112 ... convences os outros gajos que podem seguir (tás a ver eu não vou poder falar porque vou estar a fingir de morto) ... quando eles estiverem a distancia segura ligas para as gajas, para trazerem a carrinha (branca de preferencia com uma cruz, não vá algum deles desconfiar e voltar a tras para verificar) metemos as biclas na carrinha e “abalamos” com as gajas ... no domingo de manhã aparecemos em Padron e convencemos o resto do pessoal que viemos a pedalar durante a noite (se a coisa correr bem com as gajas vamos estar todos partidos na mesma pelo que deve ser fácil convencê-los que foi pedalar a noite toda para recuperar ... temos que ter cuidado de passar por umas poças de “merda” como a do ano passado para eles não sentirem o cheiro a perfume brasileiro barato) ... como ia dizendo, dizemos que pedalamos toda a noite só para podermos chegar a Santiago todos juntos (eu acho que até vamos conseguir convencer os mais sensiveis)... durante os últimos 20Km tu falas com eles para não dizerem nada às mulheres, principalmente às nossas, para elas não me andarem a gozar por eu ter caído outra vez, ou melhor ainda ... senão não me deixa voltar porque é muito perigoso ... e tá garantido ... duas noites de farra com as “Galaico-Brasileiras” com o resto do pessoal a ficar cheio de pena de nós e de remorsos por nos terem deixado para trás ... tás a ver tipo o teu tombo na Beselga mas mais de 2 horas e tb não vale a pena aquele filme de ainda ir ao Hospital e à Farmácia, eu sei que a tua nesse dia era “feiazinha” mas tens que concordar que foste um bocado “corte” teres ido chamar para te levar ao hospital no melhor da festa só porque querias “baldar-te” da gaja, mas pronto entre amigos não há ressentimentos e eu sou um gajo porreiro....


OK MALTA tava a brincar ... não se aceitam mais inscrições para tombos .... se quiserem cair estejam à vontade, mas à parte da queda em si, o resto é tudo imaginação ... não é por nada, é que à custa de uma história deste género o Fernando o ano passado deu mais de 700 tombos e pelo menos que eu tenha reparado ... não teve sorte nenhuma com gajas ... Ó Fernando tu conheces-me eu não ia contar nada ... não te assustes, aquela “merda” das stripers fica entre nós ... desde que claro haja mais este ano


Antes de “queimar” mais algum é melhor ir embora que afinal ainda estou a trabalhar ...


Porque é que será que tive a sensação que alguns de voçês respiraram aliviados ... eu não sei assim tantas coisas, imagino, mas não sei nada de concreto ...

À sim, mais uma coisa, para os que ficaram entusiasmados com a ideia das “Galaico-Brasileiras” é melhor prepararem a mochila na mesma, levarem a bicicleta e dizerem que o sorriso na cara é a antecipação da aventura da viagem, não vão as “legitimas” desconfiar de alguma coisa ... e ficarmos todos com a “estrujido queimado”

Abraço, até domingo

Regards / Cumprimentos

José Araújo

Treino para Santiago II

Boas..
Sempre a treinar...Quando viermos de Santiago levo-vos lá..

Abraço.

Nuno Cunha
Bem, a pedido de várias familias hoje resolvi por online algumas imagens do meu ultra-secreto treino para a viagem a Santiago.
As imagens são duras e por favor não tentem fazer isto em casa!

Abraços
Manuel Cunha
video